Tutorial Unhas Cabelos Moda Fitness Resenhas
18
ago
2017

Roer Unhas? Nunca mais!

Olá gente, tudo bem?

Há anos que o hábito de roer as unhas e as cutículas é debatido entre pais e filhos. Geralmente na fase da adolescência e\ou adulta, os indivíduos param com este costume. Entretanto, o que fazer quando não se consegue parar de roer as unhas após anos?

Neste post eu vou compartilhar com vocês 5 dicas que podem solucionar este problema de uma vez por todas!

Roer Unhas

O ato de roer as unhas é recorrente e não está relacionado com a faixa etária de uma pessoa. Os motivos para a prática mudam de acordo com o indivíduo, por exemplo, nervosismo, ansiedade, fome, insegurança, tédio ou até mesmo decepção.

Além disso, a onicofagia – termo técnico para o costume de roer as unhas – pode desencadear problemas psicossociais significativos e impactar de maneira negativa a qualidade de vida desse indivíduo. “A unha e a pele são nossa proteção contra bactérias e doenças externas, quando removemos uma cutícula, por exemplo, automaticamente estamos rompendo a proteção. Dessa forma, ficamos expostos a inúmeros perigos”, alerta Luzia Costa, fundadora da Beryllos, única rede de cuticularia do Brasil.

O vício pode provocar ainda graves problemas gastrointestinais como esofagite infecciosa, gastrite, entre outros, até prejudicar a dentição, a musculatura do maxilar e a articulação. Além desses, o ato de levar a mão à boca deixa a pessoa mais exposta a outras bactérias que podem desencadear doenças futuras, H1N1, diarreia, hepatite A, caxumba, rubéola, sarampo, etc.

A prática de roer as unhas é prejudicial para o corpo e mente. É necessário procurar ajuda de profissionais especializados para identificar o motivo da “compulsão” e as consequências. Pensando nisso, Luzia Costa, da Beryllos, lista cinco dicas – que ela sugere para suas clientes – para ajudar a controlar esse hábito corriqueiro.

Vamos as 5 dicas para parar de roer unhas??

  • Identifique os momentos que despertam a mania – Nada melhor do que o autoconhecimento. Saiba identificar o momento exato que desperta a vontade de roer as unhas. Esse é o primeiro passo para saber se o hábito está relacionado a problemas no trabalho, na vida pessoal, e assim por diante.
  • Roer as unhas é um alerta – Muitas pessoas associam a prática com a ansiedade. Estudos mostram que pode estar relacionado, mas que esse sentimento não é o único que desencadeia essa compulsão. Ansiedade, tédio, estresse, tristeza, tudo isso pode interferir de maneira direta no costume. Procure um médico ou especialista para fazer um acompanhamento.
  • Mantenha a boca ocupada – Mastigue um chiclete, bala ou algo do gênero, mudar o foco é importante principalmente em momentos de ansiedade ou incertezas. Quando estiver em uma posição difícil, respire fundo e tente controlar suas emoções.
  • Tenha um kit manicure por perto – Toda vez que você pensar em roer as unhas, tire da bolsa um “kit manicure”, use tesoura, lixas, etc. Com o hábito de lixar ou cortar, amenizamos a ação de roer. Tente manter sua mão longe da boca. Importante: Não compartilhe o seu kit com ninguém, isso pode acarretar em problemas futuros.
  • Hidrate a mão – Esse truque é ótimo. Mantenha sua mão hidratada, se possível, 24 horas por dia. Quando você sentir vontade de roer a unha vai lembrar que sua mão está com creme e a chance de finalizar a ação será mínima. Além disso, mantenha as unhas feitas, o que aumenta a chance de não levar a mão na boca para não estragar.

Espero que tenham gostado das dicas! Até a próxima pessoal!


26
jan
2017

Dicas para comer fora, sem sair do detox

Olá meninas, tudo bem??

Alguém mais aí segue firme na detox de ano novo? Pois eu sim, e a verdade é que é muito complicado fazer dieta sem cair em tentação ou dar só uma escapadinha de nada. Depois de quase um mês, divido com vocês a dicas que tem me ajudado a não sair da linha.

Preparadas para as dicas detox? Vamos lá!

blog_detox_dicas_laninha

Image: Pixabay

1) Escolha bem onde encontrar seus amigos. Nada de marcar encontro na lanchonete ou na churrascaria. Pesquise restaurantes que tenham opções saudáveis e até mesmo vegetarianos cheios de charme. Assim, você conhece um lugar novo, encontra seus colegas e não cai em tentação. É possível se divertir e comer bem!

3) A marmita é uma quebra galho muito valioso. Sempre trago comigo um saquinho de nuts, uma fruta ou baby carrots. Assim, quando a fome bater, tenho algo para beliscar. Daí, não tem desculpa para entrar na primeira padaria e pedir uma coxinha porque não há nada melhor para comer no momento.

4) Substituições inteligentes. Está em um restaurante e o prato que você quer vem acompanhado de batata frita? Pergunte ao garçom se é possível substituí-la por uma salada qualquer ou até mesmo por arroz integral. Muitos restaurantes topam fazer a troca numa boa sem nem mesmo cobrar a mais por isso.

5) Use a tecnologia a seu favor. Domingo à noite e te bateu aquela vontade de pedir uma pizza? Nada disso. Hoje em dia só fica sem comer bem quem quer. Muitos aplicativos e serviços de delivery, como o PedidosJá, contam com estabelecimentos que entregam comida vegetariana, vegana, sushi, sopas e saladas. Assim, fica muito fácil ser saudável e curtir o domingo de preguiça sem peso na consciência.

Todas essas dicas foram super importantes para que eu não desanimasse nos primeiros dias de detox. E vocês, têm mais dicas de como se manter focada na dieta? Contem nos comentários!

Beijos!!

Salvar


12... 357»



Blog Laninha Make-up - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017